By the way: a cooperação em parques tecnológicos

Realizamos em parceria com a Waycarbon (http://waycarbon.com.br) no dia 21 de julho de 2015 o seminário “By the Way: Desafios das Mudanças Climáticas: riscos, impactos e mitigação”. Essa primeira versão do seminário contou com um auditório lotado e diversas pessoas assistindo online. Aproveito o sucesso do evento para fazer uma breve reflexão sobre um dos mais importantes efeitos de um parque tecnológico: a interação entre as empresas.

Embora a Enacom e a Waycarbon atuem com soluções tecnológicas totalmente distintas, várias características unem as empresas: maturidade, vontade e necessidade de se reinventar, e uma grande energia para superar as crises. Já ia me esquecendo, o fato de estarmos no mesmo prédio, o Parque Tecnológico de Belo Horizonte, o BH-TEC.

Aí entra o gancho fundamental, no mesmo prédio estão pessoas com poder de decisão de ambas as empresas. São empresas que estão de corpo inteiro, com os ônus e bônus. Encontramos e construímos assim um espírito muito forte de cooperação.

Hoje escutamos muito sobre ecossistema de inovação. Eco vem do grego oikos que significa casa. E a nossa experiência valida esse ponto, só criaremos um ecossistema de inovação, dentro ou fora do parque, quando as empresas se sentirem em casa. E que essa casa nos transforme em uma família, que briga, diverge, mas que sabe que não há nada como estar em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *